No último sábado, 21 de abril, houve a “Marcha Contra a Corrupção“, também chamado “Dia do Basta”. Em Manaus haveria concentração no Parque do Bilhares, com caminhada naquele quarteirão.

Eu estive lá.

Fui como cidadão, mas ao olhar em volta o jornalista aflorou e comecei a tirar fotos pra cobrir o momento.

Havia poucas pessoas, mas ninguém estava lá de gaiato;

Éramos umas 300 e poucas pessoas, não mais;

Ainda na concentração corria um abaixo-assinado pro-voto aberto. Assinei.

Não houver ingerência de partido algum. Qualquer político seria vaiado.

Havia um único político lá, o Hissa Abrahão, e ficou discretíssimo e apagado lá;

Só havia jovens, acho que o menos engajado era eu.

Não lembro de haver tido qualquer passeata parecida em Manaus;

Fechamos as ruas por onde passamos mas, sinceramente, não concordo com isso, mantive-me em um dos lados da via. Assim como não acho que aquela “Marcha pra Jesus” tem direito de parar a cidade, também não o tínhamos; e tivemos apoio da polícia pois, ao primeiro sinal de buzina, um carro de polícia se colocou atrás da passeata e antes dos carros, o que fez com que nenhum carro mais barulhasse;

As palavras ordem eram: “Você aí parado, também já roubado!” – “O povo unido, jamais será vencido!”;  ”O povo, unido, avança sem partido!” – “O povo acordou! O povo decidiu! Ou para a roubalheira ou paramos o Brasil!”;- Vez em quando tocava a música do Raul Seixas “Tente outra vez”, e a cantamos em uníssono.

Umas cinco pessoas falaram no carro de som, eu fui uma delas.

Entregávamos panfletos para os transeuntes;

Aliás, os transeuntes nos apoiavam bastante.

Terminamos a passeata. Algo mudou? Bem, ao menos pude fazer esse post aqui. Fiquei com a impressão de que fiz parte da história, bem , já posso contar aos meus filhos que fui pras ruas pra melhorar o país.

Percebi que a vontade sincera existe. Acho que realmente podemos melhorar tudo.

Só vi duas câmeras lá. Uma da TV a Crítica e uma da Tessa Mídia, eu acho.

Teria sido coincidência, omissão ou cochilo dos jornalismos mesmo?


comments (0)

Your email address will not be published.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>