Início Direito Precedentes – Vantagens e desvantagens

Precedentes – Vantagens e desvantagens

605
0

“Precedente” é decisão judicial vinculante. Não é da nossa cultura jurídica, foi imposta a machado, posto que, nos países Common Law, grande parte dos julgamentos é via juri, o que traz uma legitimidade para o precedente já que, a rigor, teve participação direta do povo, assim, fica justificado que esse mesmo povo seja afetado pela decisão que dele emanou.

No nosso país a decisão judicial vem do Judiciário, Poder não-eleito… e ainda assim, algumas dessas decisões vinculam quem delas não participou: o povo. Algo realmente maluco…

Surgido no Brasil em 2005, quando entrou em vigor a reforma do Judiciário trazida pela EC 45/2004, veio com o nome de “Súmula Vinculante”. Agora, com o Novo CPC, consolidou-se a lista de precedentes, estão no artigo 927 do NCPC.

VANTAGENS:

  • A leniência do legislativo (já que o legiferante não legisla, o judicante o faz)
  • Agilidade no arcabouço legislativo (surge “regra nova”  do dia para a noite)
  • Possibilidade de geração de norma (futuros julgamentos serão, em tese, mais rápidos)

 

DESVANTAGENS:

  • Invasão de poder (O Legislativo é usurpado pelo Judiciário)
  • Ilegitimidade para a vinculação (Judiciário deve originalmente só julgar)
  • Sujeição ao interesse próprio do Judiciário (até a “cara”  do réu pode gerar precedente neste ou em outro sentido).
Artigo anteriorRock ficou exótico aqui
Próximo artigoGadgets de 2006 (peças de museu)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui