Início Reflexões & Cotidiano Porque o cinema sempre será “O Cinema”

Porque o cinema sempre será “O Cinema”

107
0

Já antes de 2020 se dizia que as salas de cinema estavam iniciando declínio de ocupação, tanto pela popularização dos streammings quanto pelo barateamento das TVs co telas grandes. Em 2020, com a pandemia, o baque veio descarado para as salas: o medo e lockdown às mentiveram tempos fechadas.
Ocorre que, penso, sempre haverá uma magia lá – vai haver transformação nas não extinção das salas, devido a essas seis razões:

1 – Faz a atenção concentrar no filme, já que até para ir ao toilette há um trabalho maior do que se fosse em casa. Assistir filme em casa gera vários focos de distração, o que nos faz desconcentrar das subtramas e outras camadas do filme. Na sala de cinema podemos dar atenção às sutilezas, do roteiro;

2 – Socializa. Nos permite estar com a pessoa que queremos estar naquele momento sem precisar ficar puxando assunto ou mantendo conversa. Quando eu estava nos meus vinte e poucos anos, se ia encontrar uma moça absolutamente no escuro de mais informações sobre ela, íamos no cinema, assim, se valesse a pena teríamos mais enocntros ou se estendia dali, se não, ao menos serviu para assistir ao filme (a pipoca é cara, mas menos que um jantar!);

3 – Nos desliga da nossa vida cotidiana nos tirando do tempo e espaço. Não é só dormir que nos tira momentaneamente dos problemas. Ir ao cinema nos faz sair da realidade por duas horas, deixando tudo lá fora.

4 – A série de trailers e até a musiquinha prá-filme como que nos faz desligar de tudo e nos prepara para o filme. Ao invês de nos tirar rapidamente da vida corrida, antes aqueles traillers tem efeito de, lentamente, nos tranmutar para o novo mundo das próximas duas horas, se forma que quando o filme inicia, já estamos imersos para o que o Diretor nos entregue;

5 – Marca alguns momentos das nossas vidas. Não é a toa que sobre um ou outro filme dizemos “assisti no cinema”. É um acontecimento, um evento. Eu ainda lembro da primeira vez em que estive no cinema, filme “Bernardo e Bianca”, lá por 1979, e do primeiro filme que entendi o que estava assistindo, o “E.T., o Extraterrestre”, bem como esse ou aquele com aquela que foi a moça especial. Então, ir ao cinema se transforma em “evento” na nossa linha do tempo, sendo marcos de lembrança da nossa existência;

6 – O tamanho da tela e o som em volta nos coloca dentro do filme. Essa é, junto com a escuridão da sala, definitivamente o que fará o cinema continuar a ser mágico, o tamanho da tela, mormente nas novas salas “Max”, nos deixam quase que no mesmo ambiente dos personagens (e nem estou falando em “3D”!), justificando a pequena fortuna do valor do ingresso e da pipoca, facilmente passando tudo de R$ 150,00 para duas pessoas em horários de pico.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui