Início Site Página 3

“Fair use” do YouTube… o que é isso?

0

O YouTube prega o “fair use” como critério do que possa ou não ser usado de obra alheia.
Há um subjetivismo horrível nisso.
Esse termo “fair use“, é uma tradição no Direito Internacional. No Brasil, o “Fair Use” está presente na Lei de Direitos Autorais.
O “Fair Use” conta de três dogmas:

“Consorte”, a palavra salvadora!

0

Relações “Eros” (afeição+desejo+convivência) possui um problema grave: como se apresentar perante a sociedade? Qual é o rótulo.
Convenhamos que existe uma escala: peguete, rolo, ficante, namorada, esposa, passando pela noiva e convivente.
Rotular o tipo de ligação com a pessoa com que você partilha a vida possui até efeitos jurídicos, já que união estável, embora não tenha formalidade nem precise documento, possui regime de bens.
Além disso, é algo a se decidir a dois, um não pode dizer que está namorando a moça e ala dizer que está só “ficando” com ele.

Meu eBook “45 dicas da LINDB”

0

Era 2001, eu estava há meia hora da entrada para uma prova de vestibular, sim, estava em busca de vaga na UFAM para minha segunda graduação, Contabilidade, e resolvi encarar o vestibular, havia assistido a umas aulas no Objetivo, curso pré-vestibular.

O “novo normal” forçado vai matar?

0

Sabemos que uma das leis da economia é que o empresário privilegia sempre seu capital sobre qualquer coisa, houve pressão de todo lado para que o comércio e demais atividades voltassem a funcionar, uma hora tal pressão faria efeito. Fez, ainda que aos poucos e em etapas.

Aos poucos tudo volta ao normal, chamado “novo normal”, depois de meses com tudo parado para evitar aglomerações e não favorecer contaminação pelo coronavirus.

Para o advogado, o Judiciário é o “correio do e-Commerce”

0

Quando compramos algo pela Web e a entrega e via correio, o vendedor deixa claro que o transporte é nessa modalidade e por isso empresa, com isso já três coisas ficam expressas: 1) ele não tem como garantir o prazo de entrega e, 2) caso chegue, se vai estar íntegro.

É que já sabemos que Correio é lento, inchado, estatal, imune a reclamações – e piora a cada dia.

Isso é, analogamente, o Judiciário para o Advogado.

Bem vindo de novo, Kraemer!

0

Esse é daqueles posts sobre memória afetiva com livros, nos moldes como escrevi certa vez AQUI sobre o “Super,anual do Escoteiro Mirim”

Em 1993, quando cursei Economia no Ciesa, usava um livro muito legal, gostava muito, o “Introdução à Teoria Econômica”, de Armando Kraemer, publicado ainda nos anos 70.

Vim ao shopping depois de 3 meses (pandemia)

Vim ao shopping depois de 3 meses, recentemente se permitiu que voltasse a operar.

Já na entrada uma simpática moça media nossa temperatura. Os bancos dos corredores  foram removidos.Menos pessoas que antes. Pessoas andando mais devagar, algo não está bem, parecem com medo. Lojas com vitrinas esvaziadas com os produtos mais espaçados para disfarçar. Isso pode levar a três leituras diferentes: a melhor é que o estoque foi quase todo vendido, a pior é que não conseguiram renovar estoque mesmo com as vendas, a intermediária é que os lojistas retiraram os estoques da loja para protegê-los ou vender em outros canais e locais. A loja que estava dentre minhas preferias, minha “televisão de cachorro”, a C.Borges (onde comprei minhas guitarras Bluanca e a Noyellow), fechada com papel do shopping no vidro. Espero que seja temporário, espero mesmo.

O módulo mais difícil do “É isso!”

Era junho de 2010.

Eu estava isolado, me recuperando de COVID e precisava manter minha mente ocupada.

Havia oito dias havia perdido meu pai, também para COVID; mais um motivo para eu me ocupar com algo.

Só que eu estava sem disposição para coisa alguma, e nem conseguia raciocinar direito; além do equipamento para gravação e edição não estar disponível.