Grudando figurinhas no álbum da Copa de 2018 (hum…)

Reflexões & Cotidiano

Aqui estou eu, 44 anos, colando figurinhas no algum da Copa de 2018.

Descobri que a graça não está em encher o álbum, mas sim na caminhada.

Lembro que há mais de 30 anos li uma história do Cebolinha onde ele ficava em todoas os quadros da tira buscando sua figurina numero X (não lembro o número) para encher seu album, move ceus e terras para encontrá-la.

Ele a encontra, gruda no álbum, e a última cena é ele sentado assistindo TV com o álbum jogado no lixo. Alguém lembra dessa história além de mim? pois é, por aí. Aqui do meu lado está o novo CD do Angra, o OMNI, e eu sequer tirei o lacre dele, ainda que dia desses eu estivesse ansioso comprando e esperando ele chegar pelo correio (demorou umas duas semanas), eu já tinha ouvido em MP3. Quando chegou fiquei feliz e.. e… bem, nem abri, a expectativa foi maior que a alegria da chegada.

Isso mesmo: existem coisas que a o gosto está no desafio, na conquista, na espera, e não no resultado.

Tenho usado o troco das revistas que sempre compro em figurinhas, aos poucos vou amealhando as quase 600 figurinhas do álbum da Copa. Não gosto quando a banca entrega os envelopes de figurinhas grampeados de 10 em 10. Ela não sabe que cada envelope é único? Heresia!

Guardo meu álbum de figurinhas da Copa de 2014, o álbum está pela metade, e umas figurinhas soltas, repetidas, espalhadas. Ficou ali, é o retrato de um momento. Não sei se teria algum valor se ele estivesse completo até porque, álbuns completos existes para venda no Marcado Livre.

1 – Como minha mãe disse, é “Algo para quem não tem o que fazer”. Concordo, pois é exatamente para aqueles momentos em que não queremos ter o que fazer mesmo;

2 – Algo já foi marcante, sobre esse álbum gravei o primeiro vídeo do meu canal secundário do Youtube, “EvangeVlog”;

3 – Se tem alo que a internet não conseguiu matar foi álbum de figurinhas, tanto que a versão virtual, ao menos quanto eu saiba, não pegou;

4 – Comprei um montão de figurinhas, umas 300, abri os envelopes de uma vez. Coloquei tudo em ordem numérica e depois tirei as repetidas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.