Início Reflexões & Cotidiano As 6 razões pelas quais escrevo no cinema

As 6 razões pelas quais escrevo no cinema

327
2

Todo escritor tem suas manias (Virginia Wolf gostava de escrever de pé); eu gosto e me.acostumei a escrever no cinema. Lá escrevo meus livros, postei deste blog e roteiros dos vídeos do canal do YouTube.

Eis as razões:

Isolamento  – saber que estou momentaneamente separado da vida real e da vida lá fora me deixa mais propenso a ficar de mente aberta às idéias;

Foco – Exceto a tela à frente, nada mais existe para me distrair. Os outros cinco lados estão neutralizados; exceto pelo filme, só existe eu e o teclado ali;

Pausas mentais – A cada cinco ou dez minutos de digitação posso fazer pausa não apenas físicas, mas me ligar no filme é assim me desvencilhar mentalmente do texto, até recobrar no pique para continuar uns minutos em seguida;

Senso de urgência – A meta é sempre terminar o pagamento, o capítulo, a página, o parágrafo que seja, mas precisa ser antes do fim do filme. Então, como uma boa pessoa que funciona melhor sob pressão, o trabalho flui que é uma beleza…

Gatilhos instantâneos – Uma cena, um diálogo, uma conclusão… o que não falta é possibilidade de algo no filme inspirar uma nova ideia, ou impulsionar alguma existente

Conforto – cadeira ergonômica, suco e pipoca, condição bem favorável à produção até porque, nas pausas a que me referi acima, bata apoiar os cotovelos nos apoios laterais do assento.

Se eu tive entraves escrevendo assim? Três. Um senhor certa vez reclamou do barulho das teclas. Uma senhora reclamou da luminosidade da tela e, no Knoplex, um funcionário foi lá comigo avisar que não se podia operar nada eletrônico no cinema… afora isso tudo, nada de problemas.

2 COMENTÁRIOS

  1. Caro autor:
    No tópico conforto, “foto elos” tomou o lugar de cotovelos, e em pausas mentais o teclado resolveu ser traiçoeiro e mandou um “memligar”.

    Sei que é chato ser corrigido, peço desculpas por antecipação, mas precisei avisar!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui