Início Reflexões & Cotidiano A inutilidade à que o Padre se referiu…

A inutilidade à que o Padre se referiu…

352
0

Um vídeo a que assisti dia desses, onde um talentoso Padre nos diz que a prova de amor verdadeiro é suportar a inutilidade de alguém, me deixou pensativo – e com uma certeza..

A inutilidade que autoriza a ser amada e que tal amor seja prova de amor verdadeiro é a inutilidade INVOLUNTÁRIA; o que me fez corroborar tal entendimento é o próprio exemplo citado pelo reverendo, onde a pessoa “inútil ” estava acometido de uma doença que o deixou acamado – ou seja: não pediu ou contribuiu para estar naquela “inutilidade”.

Se você pode ser útil e não o é porque não pode, acho que é indigna de ser amada, e qualquer amor que lhe serja direcionado é doentio, pois quem lhe ama assim não tem sequer amor próprio.

Vou mais longe: se alguém se faz inútil podendo não sê-lo está deixando claro para quem lhe “ama” que não merece ser amado, e que, além de inútil, é uma âncora que impede quem lhe ama de seguir em frente e para cima.

pgrççç

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui