Meu avô João Freire, vez ou outra. lá pelos idos de 1983, quando eu ia assistir televisão na casa dele, me contava causos que ele ouvia quando de sua juventude, passada no Cambixe, Rio Mari Mari, Caldeirão, Careiro, etc… os contarei aos poucos.

 

Hoje, em homenagem ao Dia dos Avós, conto o primeiro deles:

 

“Existia, em um cidade do interior, um homem ambicioso, queria enriquecer rápido, sem esforço;

Invocou o diabo. E o diabo apareceu.

– Por que me chama? – Disse o capeta.

– Quero ficar rico.

– Por quanto tempo?

– Trinta anos.

– Tudo bem. Assim que eu desaparecer, você começará a se tornar mais e mais rico. Daqui a trinta anos, eu voltari, você morrerá e levarei sua alma comigo, esse é o pacto. Aceita?

– Sim, está aceito.

E o diabo sumiu.

O homem imediatamente ganhou um prêmio de loteria, e nem se lembrava de haver jogado; chegou dinheiro de todo lado, surgiram parentes lhe deixando em testamento grandes fortunas, encontrava dinheiro caído no chão por onde andava, enfim, enriqueceu.

Encontrou uma mulher muito atraente, se casou, teve quatro filhos.

O tempo passou, ele até já havia se esquecido do pacto, tamanha a felicidade em que vivia.

Até que, então, chegou a época em que aquele nefasto pacto completaria trinta anos, ele precisava contar para a esposa, e tentar enganar o diabo.

Contou à esposa. Restava agora tentar enganar o capeta. 

Teve uma ideia: raspou a cabeça, assim, o diabo não lhe reconheceria caso lhe visse, e não teria como levá-lo.

O dia chegou, e ele deu instruções à sua esposa: “Se ele bater à porta, diga que eu não estou, vou ficar ali no quintal brincando com as crianças, ele nem vai notar que sou eu!.

Meio dia em ponto, a campainha da porta toca…

A mulher abriu a porta.

– Bom dia. – disse a mulher, disfarçando a apreensão.

– Bom dia, Senhora, eu sou o diabo. Vim buscar a alma de alguém.

– Puxa, senhor diabo, não faço a mínima ideia de quem o senhor procura, pode ver, acho que não é ninguém aqui de casa…

O diabo olhou em volta… e disse:

– Bem, já que quem eu procuro não está aqui… vou levar aquele carequinha ali. “

 

Feliz Dia dos Avós a todos que são serão e lembram de seus avós.
Feliz Dia dos Avós a todos que são, serão ou lembram de seus avós.

comments (0)

Your email address will not be published.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>