Sempre que me deparo com algum aluno finalista, escuto sempre: “A faculdade passou tão rápido!”, assim como pais de adolescentes também me dizem que os filhos cresceram muito depressa.

Ainda falta um ano e meio para eu colar grau em economia, e isso me parece uma eternidade.

Isso leva ao pensamento de que, definitivamente, o tempo é relativo.

Talvez não: O que é relativo é como percebemos o tempo e o que esperamos dele.

Como nos concentramos mais no que nos preocupa do que nos relaxa, as situações ruins nos parecem sempre durar mais (como a minha espera para formar – ou qualquer espera), a situações boas nos faz querer que durem muito, como o tempo inexoravelmente passa, nos fica a impressão que cronos passou muito rápido.

Uma outra questão bem legal sobre o tempo aprendi em 1996, quando assisti a uma palestra de Lair Ribeiro, é o nosso estado “Through Time” e “In Time”.

Quando estamos na vida corrida e não damos atenção para o que acontece, estamos “Through Time”, e nos lembraremos pouco dos detalhes dos acontecimentos, alguns meses depois vai parecer até que aquilo nem aconteceu – são os atos de rotina. Tempos de nossa existência que acabamos nem vivendo, só deixando passar.

Já quando achamos algo importante e nos fixamos naquilo naquele momento, estamos “In Time”, o tempo vai fazer parte daquela cena e, ainda que passem muitos anos, vamos lembrar daquilo, seja de forma espontânea ou por algo que disparará a memória; daí ser importante registrar os fatos marcantes, festejar, fotografar, escrever sobre eles. Quando estou em qualquer momento importante, reservo uns cinco segundos para ver aquela cena “de fora”, gravar o cenário, as pessoas, os rostos, sons temperatura e o pensamento daquela cena – é isso que vai tornar aquilo um polaroid depois.

Eu faço tudo isso, e você?

Aliás, hoje é Dia de São Valentim, dia universal do amor e dos casais – bem cedo eu disse à minha esposa “Feliz Dia de São Valentim, amor!” enquanto ela preparava chá na cozinha, vou sempre lembrar desta cena.

comments (0)

Your email address will not be published.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>