Me perguntam de onde vem minha desenvoltura na telinha. É simples: Eu AMO televisão, e nem me refiro somente quanto a estar frente às câmeras.

Sou fascinado pela parte de produção, técnica, sonoplastia, cenografia, marcação, roteiro, direção, edição. Sempre que pude, nas minhas participações em programas de TV, ficava fuçando a parte técnica.

Devoro livros e livros sobre televisão, aprendo fundamentos, truques e dicas televisivas. Futuramente os resenharei.

Já escrevi um pouco sobre a televisão em Manaus, AQUI.

Alguns dos meus livros sobre televisão
Alguns dos meus livros sobre televisão

 

Perante às câmeras, não foram poucas as vezes em que estive na tela:

  • Minha estreia deu-se em 1985, quando fui entrevistado pelo então repórter Wallace Souza (sim, o mesmo que futuramente teria o programa Canal Livre, entraria pra vida política e tals…), era um uma exposição de minhas telas que estava havendo no Cecomiz;
  • Em 1988, quando toquei com a banda DNA no programa da TVE (Canal 2) “Colégio contra colégio”;
  • No Camôes, pré-vestibular, fui entrevistado em 1991, sobre o que esperávamos da faculdade;
  • Em 1993, estive em várias edições do programa “Sábado Super Show”, que passava nas manhãs de sábado na TV Rio Negro, Canal 13, no mesmo canal fiz duas aparições no programa do Tio Elson, “Sábado Animado” (acho que o nome é esse);
  • Em 1994 fiz duas participações no programa “Nosso Encontro”, da Baby Rizzato, em apresentações da banda Alta Ralé, em que eu tocava. Essa mesma banda me fez ter uma participação em uma das edições do programa “Alô Manaus”, da TV A Crítica (Canal 4);
  • Estive no programa “Amazônia em Revista”, sendo entrevistado pela então apresentadora Karime Leão.
  • Fiz participação na RBN, em um programa de debates, apresentado por Edilásio Júnior (ele já havia deixado a TV Rio Negro);
  • No Canal 2, de novo, estive, em 1997 na nova edição, do “Colégio contra colégio”, apresentado agora por Geraldo Campêlo, lá me apresentei com minha banda “Vanadium”;
  • Em 2000, fui entrevistado pelo Programa Vip, de Sérgio Frota, na festa de uma premiação daquele ano;
  • Em 2006 fui tema de uma das edições do programa de Abrahim Baze, o “Literatura em Foco”;
  • Em 2007 estive em inserções em três programas “Horário do Povo”, apresentado por Compadre Batista e Willaça;
  • Ainda em 2007, e de novo como músico, estive no programa “UFAM Sons e Canções”, no Canal UFAM, tocando as faixas do meu então recém-lançado CD “As Cordas, Eu e o Nada”;
  • Em 2008 estive no programa do Waisser Botelho (Na época Canal 13, Tv Rio Negro), também tocando faixas do meu CD;
  • Em 2012, fui entrevistado por Ruthiene Bindá por ocasião de minha participação na I Bienal do Livro Amazonas.
  • Em 2013 iniciei inserções no programa “Amazonas-TV”, da Tv Amazonas (Canal 5);

 

Digital image

 

Ah, um pouco de cultura inútil: O dia mundial da TV é 21 de novembro (data fixada pela ONU), e o dia nacional da TV é 18 de dezembro.

 

comments (0)

Your email address will not be published.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>