O filme assusta.

Assisti a uma cópia dublada, no Cinemais Plaza. O Som estava baixíssimo, e sem propagação nas caixas laterais.

O filme funciona bem, pelos seguintes motivos:

1 – Tem o chavão “Baseado em fatos reais”. Assim que cheguei em casa fui checar e o fato pelo menos,, a princípio, ocorreu mesmo; AQUI tem um site que conta a história real.

2 – Usa mais o terror psicológico do que o terror real. Brinca com nossos medos e sabe remover algo latente: o medo do capeta. Tipo dá a impressão que pode acontecer com qualquer um.

3 – Esse filme, que envolve exorcismo, tem tudo para ser mais um com o enredo: O capeta chega, se instala, faz um estrago, assusta, e sai. Mas esse tem algo que nenhum outro teve (nem o de 1973): fez com que o diabo saísse por força e determinação da própria exorcizada, e não do “padre”.

No final surgem fotos reais da família e dos protagonistas (que, no Cinemais, ficaram desfocadas), e com umas imagens em negativo que faz o filme continuar sombrio mesmo após a última cena.

invm

comments (0)

Your email address will not be published.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>