Meia noite, ´acabou de acabar´ o Dia do Professor de 2013.

Desde quando fomos apresentados às redes sociais (em 2004, com o Orkut), nunca vi tantas manifestações de apreço aos professores; nunca mesmo, seja para mim ou para meus colegas. Posso estar enganado.

Foi algo assustador, no melhor sentido da palavra (se não houver esse sentido, inventemos).

Fico pensando qual motivo de tal explosão de manifestações fora do comum. Enumerei três hipóteses:

1 – Os professores se tornaram mais importantes, mais necessários que antes;

2 – Por algum motivo, os professores não se tornaram mais importantes, mas tiveram sua importância mais reconhecida;

3 – Não se tornaram mais importantes mas, depois das passeatas de junho, foi dado uma nova conotação não mais de importância, mas de ESSENCIALIDADE à atuação do professor.

prf__2

 

comments (0)

Your email address will not be published.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>