Parece óbvio mas, sei lá porque, quando eu passo teste escrito em sala, sempre aparece um ou outro para, assim que me entrega o teste, começar a explicar o que respondeu – seja para obter alguma correção imediata, a resposta para que volte na carteira e refaça (agora correto, claro) ou porque, simplesmente, acha que eu não vou entender se não me explicar falando.

Veja: Se eu passei teste escrito, é porque quero resposta ESCRITA, senão passava teste ORAL! (entedeu?)

Note que, escrever bem, além de ser ESCREVER POUCO DIZENDO TUDO, é SE FAZER ENTENDER no que escreve.

Se você precisa me explicar o que escrever, é poque é o primeiro a saber que escreveu mal; e como tal será avaliado. Concordo que transmitir uma ideia por escrito é muito mais difícil do que em palavras faladas – esse é o objetivo: condicionar; a final, petições são por escrito, promoções ministeriais e sentenças são por escrito (ainda quando proferida em audiência, é reduzida a escrito).

Então, assim:

Se a pergunta é escrita, a resposta é escrita. Entedeu ou quer que eu desenhe?

Me sinto melhor com você sabendo disso.

chttt

comments (0)

Your email address will not be published.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>