O primeiro veículo de comunicação em massa foi o jornal;

Quando surgiu o rádio, no século retrasado, se pensou que o jornal podia deixar de existir. Pra que se compraria algo para ler se podia ser escutado e de graça, se obtendo só o aparelho, com a vantagem de ainda tocar música e ter outros programas para escutar ao vivo.

E as duas mídias conviveram bem.

Surgia o cinema, agora se podia ver… imagens em movimento! E ainda existia filmes de notícia, o que podia atacar ainda mais o ainda existente jornal, e tornar o rádio completamente obsoleto. Quem iria querer somente ouvir algo, se era possível VER?

E houve convivência pacífica de jornal, rádio e cinema, e tal convivência continuou pacífica mesmo quando surgiu o cinema falado, o rádio não deixou de existir.

No meio do século passado surgiu a televisão. As imagens e som do cinema, a imediatidade do rádio, tudo sem o trabalho de ler do jornal. Pronto, tudo agora acabaria, já que não havia sentido em se ler, pagar entrada para cinema ou apenas ouvir, se se podia fazer tudo isso simultaneamente.

E, estranhamente, conviveram pacificamente, o jornal, rádio, cinema e televisão.

Eis que agora a internet deixa de ser fonte de informação para ser veículo de comunicação, já havendo quem (como eu) às vezes prefira assistir algo do youtube ao invés da televisão.

Até aqui tem convivido em paz com os outros meios de comunicação de massa, mas até quando? Posso estar errado, mas percebo que a TV está perdendo espaço a importância a cada dia que passa, para a internet.

Elas devem estar cientes disso. O que farão?

 

comments (0)

Your email address will not be published.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>