Isso não é uma constatação; é uma observação que tenho tido através de estatística em 5 faculdades em que atuo e atuei. Não sou psicólogo e considero a situação onde você possa escolher onde senta, e não em sala lotada onde só tenha determinados lugares disponíveis.

Com uma margem de erro de 30%, posso afirmar que…

Se você senta na frente da sala – Você é estudioso, sabe às vezes mais que o professor, e é absolutamente sistemático e meticuloso, anotando cada detalhe do que escuta ou vê na lousa, interpela ao primeiro sinal de desconformidade da informação que recebe em relação à que você já estudou ou está estudando, sobre a matéria sendo explicada. Geralmente você é procurado para tirar dúvidas dos colegas, sendo às vezes um monitor informal. Podem questionar tudo sobre você, menos sua assimilação da matéria. Se não for normalmente assim, pode ser ainda que tenha alguma especialidade física (visual ou auditiva, por exemplo), e por isso senta na frente para se adaptar ao local. Uma curiosidade: Os estudiosos “normais” (leia-se “não-CDFs”) costumam, não sei porque, sentar na segunda ou terceira fila da sala, Freud talvez explique o motivo…

Se você senta do fundo da sala, no meio – Você se acha estranho ou não vai com a cara dos seus colegas de turma, e além disso é introscpectivo e não quer ser visto. Quer logo que o período passe rápido. Só fala com alguém se falarem com você (no máximo tem um ou dois ‘amigos’ na sala e só!). Gosta de assistir a aula como se estivesse no cinema, como se a aula fosse uma tela ou um palco, algo como assistindo “de fora”. Eu sou assim nas faculs em que curso (tenho encontros presenciais nas minhas faculdades de economia e letras), e no doutorado.

Se você senta no fundo da sala, nos cantos – Você é colão, está desesperado para pescar resposta de quem e onde aparecer e da forma que conseguir. Ou então é muito amigo, um ser estudioso que ajuda aos companheiros distribuindo respostas da prova, seja sendo solicitado ou deixando a prova à vista para quem você puder ser útil. Eu não vou mentir para você, amigo blog-interator: é ESSA a impressão que o canto do fundão tem (já notaram que em dia de prova cada centímetro quadrado dessa área é disputada a tapa, tendo até quem “acampe” lá chegando com tanta antecedência?); mas, como eu disse, é apenas uma impressão, e com grande margem de erro, se você não se achar assim, deve estar nos 30% que fogem à regra.

Se você senta nas laterais da sala – São o enigma. São pessoas que estudam, mas que, se precisar, não pensam duas vezes antes de pescar respostas de onde e quem conseguirem, embora essa não seja a intenção inicial de nenhuma delas; se colam, é por sobrevivência e não por vício. É um lugar que tem o melhor de dois mundos: tanto podem ser vistas como podem se esconder, a depender da finalidade.

Se você senta no centro da sala – Você não tem amigos, ou porque não quer se aproximar de ninguém ou é novo na turma ou não gostam de você (já notaram que o centro da sala é a área menos habitada?), mas tem o honesto desejo de aprender a matéria, tem auto-estima alta, não se importando em ser visto por todos em volta – deve ter um sistema nervoso diferenciado quanto ao tato, já que é o lugar, normalmente, mais frio da sala.

Lembro que:

a) Comigo (aliás, com qualquer professor, acredito), você tem presunção de inocência em qualquer lugar que sente – mas é uma presunção relativa;

b) Tudo o que está nesse post é impressão, com margem de erro e baseado em observações empíricas de 8 anos de magistério; sou aluno também e sei bem a impressão que eu passo a partir de onde sento na sala;

c) Se você ficar com raiva de ler algo referente ao local que você senta na sala, é porque eu acertei!

E para provar que a vida real pode subverter tudo o que se escreva sobre ela, lembro que um dos alunos mais inteligentes, estudiosos e brilhantes que tive até hoje, e que acabou de ser aprovado para Juiz Federal, sentava justamente… no canto do fundo da sala!

comments (8)

  • E o que dizer de quem sentou em todos os lugares possíveis ao longo de 5 anos? Nem sei onde me enquadro!

  • Realmente é fato, claro que tem suas exceções. O Sr. mesmo fala q nossa turma fica dividida em dias de provas e fica um vácuo no centro da sala kkkkkkkkkk.
    Muito bacana o post. 😀
    ;***

  • É verdade tudo isso que o senhor enumerou prof, pois sempre sentei na frente e meus colegas pediam explicaçoes, e esse pessoal que senta nas laterais uma professora minha chamava de paredão da morte! kkk

  • Professor eu me sento nas laterais e realmente eu prefiro não ser vista e se eu não sei uma questão não deixo de dar um esticadinha para tentar ver a do colega, o pior e que algumas vezes a minha tá certa e fico em dúvida e acabo me lascando por ter colado. Sou sua aluna do 4° período de direito da faculdade fametro .

  • Tem logica,

  • Monick Fernandes Reply

    Muito legal mesmo esse post, eu me identifiquei bastante hahaha e é isso com certeza, raras são as exceções. ☺

comments (8)

Your email address will not be published.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>