Aquele ou aquela que está lá na frente ensinando é, por incrível que pareça, humano! Isso significa que…

1 – Vez ou outra errará – Mas consertará o erro, na própria aula ou na próxima.

2 – Nem sempre terá a resposta à sua pergunta – Se esta existir, lhe dirá no primeiro momento disponível.

3 – Tem a personalidade dele – Tem a cara, o jeito, os modos dele, e são diferente dos seus. Aja como ele: prenda-se ao que interessa, ao assunto da matéria. Julgue-o pelo resultado.

4 – Tem mau dia – Estará mesmo de cara fechada às vezes. Assim como damos desconto para as caras fechadas que vemos, dê ao menos 10% de desconto desse crédito para seu professor.

5 – Aquilo que você vê é só uma parte do que ele faz – Ele tem que fazer listas, elaborar provas, mexer com papéis, dar satisfações, preencher formulários… vive um pequeno inferno burocrático enquanto ministra aula alegremente.

6 – Cada minuto de instrução foi uma ou mais horas de preparação – Aquele que fala na frente da sala já tem faculdade, especialização, Mestrado e talvez até Doutorado. É provável que tenha mais tempo de sala de aula do que você de vida.

7 – Ele vive de você, mas não vive para você – lembre disso quando vê-lo no intervalo, na sala dos professores, no corredor ou em qualquer ambiente (físico ou virtual) fora do acadêmico-profissional.

 

O Professor Collins, no memorável episódio de “Anos Incríveis” (“O Professor de Matemática”). Era competente – mas rabugento, lacônico, até meio grosso. Mas todos nós gostamos dele.

comments (1)

  • Nossa eu ainda nao tinha pensado em tudo isso que vc publicou, é a pura verdade, parabens vc simplesmente é show.

comments (1)

Your email address will not be published.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>