Hoje é 3 de abril, “Dia da Verdade”. Embora o conceito de “verdade” seja subjetivo – razão pela qual nada é absoluto – trago cinco verdades que eu, e os alunos a quem perguntei, adorariam que fossem mentiras:

1- Brasileiro é preguiçoso. Nos países de primeiro mundo, o sonho de toda pessoa é alcançar seu primeiro milhão de dólares. Aqui, é se tornar funcionário público, pois tal profissão, honrosa, se tornou sinônimo de preguiçoso vagabundo bem remunerado;

2 – As provas da OAB e dos concursos estão muito mais difíceis. Como professor em faculdades e cursos preparatórios, posso afirmar com precisão que as provas estão cada vez mais diabólicas – quantos agentes públicos concursados continuariam no cargo se tivessem que fazer o concurso para tal, hoje?

3 – O mundo, o país, o estado e a cidade estão mais violentos. A humanidade é realmente um conjunto de animais da pior espécie – quanto mais se evolui em tecnologia, igualmente em monstruosidade – temos que estar anestesiados e sermos demônios e meio para conviver com os demônios já existentes em volta.

4 – Somos cada dia mais virtuais, e menos reais. Há 20 anos o máximo que fazíamos por computador era postar algo em algum BBS (não é da sua época). Hoje, tudo, ou quase tudo, fazemos on-line. Onde isso nos levará?

5 – O tempo está menor, tudo passa mais rápido. Bem, ao menos nossa impressão é essa. Nos parece que o ano hoje dura o equivalente a seis meses do que durava há décadas. Alguém algum dia ainda vai explicar como isso é possível.


comments (0)

Your email address will not be published.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>