Um Maçom quer tornar feliz a humanidade.

Por suas palavras, comportamentos e atitudes.

Precisamos ser modelos nos meios em que vivemos; de honestidade, retidão, comportamento; para nossa Ordem procuramos atrair homens livres e de bons costumes, ou seja, que não tenham rabo preso com nada e com ninguém, e que possa andar de cabeça erguida com todos os seus iguais sem nenhuma dívida com a sociedade.

Assim, ajudamos a aperfeiçoar uns aos outros, melhorando a cada um de nós e a quem se encontra em nossa volta.

Buscando a perfeição em nós mesmos (busca eterna), a aflorando tal busca a olhos vistos aos que nos rodeiam, buscamos ser procurados por prováveis futuros membros, que verá em nós um modelo para suas próprias convicções de vida.

Agimos de forma pública (nada temos a esconder), mas discretamente; sim, conseguimos nortear alguns acontecimentos no mundo, não todos.

E tudo o que fizemos, fazemos e buscamos é uma sociedade livre, justa e solidária, onde se cavem masmorras ao vício, e se ergam templos à virtude.

Somos eternos aprendizes, desbastando a pedra bruta, que é nosso próprio caráter, nos moldando e mudando o mundo para melhor.

comments (2)

  • E quanto ao pacto q eles fazem? E pq os cultos sao a 7 chaves? E so para homens?

  • Vanessa Valente Reply

    Interessante.
    As pessoas são livres para seguir a religião que desejarem ou nem uma religião se assim desejarem.
    infelizmente poucos tem a maturidade de respeitar as crenças dos outros!
    Outro dia acessei um blog maçom, gostei muito do conteúdo.
    Eu acredito em um ser superior “Deus dos judeus”, nem por isso tenho direito de escrachar ninguém por suas crenças..somos livres!
    penso que, crença nem uma tem direito de ofender os DIREITOS HUMANOS.
    SÓ acho.
    Abraços

comments (2)

Your email address will not be published.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>