A primeira data tradicional do natal foi 20 de maio, convencionada lá pelo ano 200. Mas a Igreja Romana a mudou para 25 de dezembro em 360; essa data, 25 de dezembro, é uma data importante para muitos cultos pagãos e, para unir o maior número possível de pessoas (trata-se da data do solstício de inverno), foi escolhida para ser a data do nascimento da divindade cristã;

Mitra e Horus, segundo a lenda, nasceram de uma virgem. Mitra 1600 antes de Cristo e Horus, no Egito, há 3000 anos antes de Cristo; Sim, a história que você conhece tem inspirações bem anteriores, portanto.

Horus, segundo a mitologia egípcia, foi assassinado e ressuscitou três dias depois, futuramente se apropriaram dessa lenda em outra história, esta outra bem mais difundida; (na verdade, além de Horus, vários outros heróis mitológicos passariam a nascer de virgens, como Mitra e Buda, por exemplo; e outros tantos teriam o binônio sacrifício-resuscitação na apologia, devido à carga chocante e convincente que tal simbolismo carrega);

Outra detalhe curioso: Horus nasceu sob localização de uma estrela; três reis fora adorá-lo e começou a pregar no Egito aos 12 anos de idade. Acho que já li isso em outro lugar (mas escrito bem depois!)…

É importante deixar claro que isso nada tira a validade da existência e mensagem de um ser histórico, em Belém, que nasceu em algum momento e espalhou palavras de justiça e retidão aos que o acompanhavam.

Assim, natal é congregação, união e reencontro de pessoas que se gostam, ESSE é o sentido do natal.

latan

comments (0)

Your email address will not be published.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>