“Corrupção” é o desvio de atividades e recursos públicos para favorecer interesses privados, indevidamente. Na etimologia, vem de “Co+ruptus”, “co” é união (junção de algo), e “ruptus” significa “ruptura”. Em suma “corruptus” significaVárias rupturas, quebrado.

Podemos também saber o que é corrupção pelo fluxo de recursos (origem e destino). Nesse post trato da corrupção “de Estado” que pode, rapidinho, quebrar um país…

  • Se o recurso tem origem privada e fica aplicado em âmbito privado, nada existe de incorreto. Fazemos isso todos os dias de nossas vidas (gastamos dinheiro para nós mesmos);
  • Se os recursos são públicos e são aplicados em destinação pública, é exatamente o que se espera;
  • Quando ocorre a destinação pública de recursos privados igualmente tudo está em ordem, nada mais é do que o típico terceiro setor (aplicação de dinheiro privado em finalidade pública).

O problema, a doença, o câncer administrativo ocorre quando recursos públicos são indevidamente canalizados para interesses provados, ISSO É A CORRUPÇÃO!

São os sujeitos da corrupção: o corruptor e o corrompido;

O móvel, isso é, a motivação da corrupção pode ser econômica ou não econômica – cuidado! A consequência sempre será econômica, mas casos existem onde desvio de recursos cedem a outras vantagens que não diretamente econômicas (como favores ou amizade mesmo).

Segundo a ONG “Transparência Internacional”, o Brasil está em longínquo 73º. Lugar em honestidade estatal, e nosso país perde, por ano, três milhões e meio de dólares através de corrupção (seis pontes Rio Negro por ano!).

Futuramente escreverei sobre os meios propícios onde a corrupção se desenvolve, e algumas ideias para combatê-la.


comments (0)

Your email address will not be published.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>