Ler bem um dispositivo de lei é coadjuvante na influência do argumento em sustentação oral, sempre!

Um artigo/parágrafo/inciso/línea é uma lei; como tal, é uma ordem emanada do Estado, algo para regular a sociedade.

Ora, por que razão então deve ser lido em tom intimista? Como você diz ao seu filho para ele não colocar a mão na tomada? Então, com a lei não deve ser diferente.

A leitura precisa ser alta, clara, imperativa e limpa. Senão, não foi lido, foi apenas “despejado”!

Assim, costumo dar as dicas:

  1. Sempre que se vai ler um dispositivo legal, a primeira coisa a fazer é se ficar calado, isso mesmo, fechar a boca;
  2. Faz-se o reconhecimento (leitura visual e mental) do que será lido em voz alta;
  3. Só depois do scan visual, quando já se sabe a mensagem do dispositivo, já se sabe onde tem e não tem vírgula, se calculou a respiração, se está pronto para ser o emissário daquela ordem.
  4. Agora o dispositivo está pronto para ser lido: Voz alta, clara, pausada, inteligível e incontestável.

Simples assim. Nada além.


comments (2)

comments (2)

Your email address will not be published.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>