Conheço alunos que são pessoas afáveis e inteligentes quando encontro em qualquer lugar; mas, quando estão enturmados, viram mais um ´discente-incômodo´, algo próximo a um delinquente colão/baderneiro/pilantra.

Penso que é o efeito-associação, estudado pela economia e psicologia: o grupo, definitivamente, muda nosso comportamento.

Isso serve de explicação e alento ao post onde eu disse que existe turma ruim, existe mesmo. Mas isso não significa que, individualmente, o aluno seja tão “delinquente-marginal-pedagógico”  quanto sua turma.

Encontro sempre nos shoppings da vida alunos isolados de suas turmas, e sempre são gente fina – são, enquanto não adentram à sala de aula, depois, viram estorvo. É como se algumas pessoas tivessem duas personalidades: a que se manifesta individualmente e outra, que só se mostra quando está no grupo.

Alguém explica?

comments (1)

  • É interessante como os professores veem os alunos, mas pode ser que isso aconteça realmente! Existe muito preconceito, dos dois lados! Temos que supera-los.kkk

comments (1)

Your email address will not be published.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>