Essa música é um reggae,o único que compus, pelo que lembro. Escrevi em 1993, e foi gravada pela Alta Ralé, em junho daquele ano. 

Hoje é sábado a noite, e não tenho com quem sair…
Pouco a pouco a minha alma vai voando feito pó
Aliás, estou sozinho mesmo pra ficar aqui
Até quando essa solidão vai me deixar assim tão só?
 
E a gente se mata, a gente se mata de paixão! (2x)
 
Vejo seu retrato no espelho, ele parece me falar
me dizendo que me ama e não quer mais me largar!
Meu presente vermelho parece me explodir
O passado não volta, e o futuro está por vir
 
E a gente explode, o amor detona qualquer um! (2x)
 
Refrão:
As lágrimas descem enquanto as aranhas tecem
Sentimentos se esvaziam enquanto pelotões vigiam
Aventuras voam enquanto vozes roucas ecoam
Nosso namoro já acabou, mas a amizade ainda ficou.
 
E a gente se lembra, foi bom enquanto foi legal! (2x)
 
Refrão

E agora vou dormir, não adianta nem pensar
Se o que fiz foi errado, aprendi pra não errar
Amanhã é outro dia, e eu vou me libertar
Procurar outra pessoa a quem realmente eu possa amar

E a gente se lembra, foi bom enquanto foi legal (2x)

Sobre:

Foi o único reggae que compus até hoje, e uma das que brevemente vou regravar com a minha banda Noiantes. Ela se chama como no título, mas também a chamávamos de “Pelotões vigiam” ou “As aranhas tecem”; não duvido nada se, quando a regravarmos, inventemos um novo título (definitivo!) pra ela.

Clique para ouvir as faixas e ler o "Making Of"
Clique para ouvir as faixas e ler o “Making Of”

 

comments (1)

  • O que mais me chama atenção nessa música são os trechos que dizem:

    1 – (…) Foi bom enquanto foi legal(…) – é de praxe ouvir as pessoas pronunciarem que foi bom enquanto durou. Pórem, nem sempre é bom enquanto dura. Pode ser que um relacionamento esteja durando, mas as coisas não sejam mais como antes.

    2 -(…) Errar é o mesmo que aprender(…) – quando erramos, passamos por uma lição. E aprendemos que o correto não era aquilo, mas sim o contrário.

    3 – (..)A gente se mata de paixão(…) – é muito melhor do que ouvir a gente se mata de prazer, que pode ser só pele. Se matar de paixão é se matar de prazer e sentimento ao mesmo tempo…

    Frases como estas só poderiam vir de um gênio : Marco Evangelista!!!!

    Esta música tá de parabéns!!! Show!!!!

comments (1)

Your email address will not be published.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>