No segundo semestre de 1986 uma novidade chegava: A TV estéreo no Brasil. Aliás, tanto a TV quanto as transmissões em estéreo.

Foi lançada a primeira TV estéreo, a emblemática Phillips Trendset 20 estereoespacial que, quando a loja tinha, a colocava na vitrina, ou no espaço de maior destaque da loja:

Em horário nobre, podíamos assistir à propaganda do lançamento dessa TV:

 

Aqui mesmo, em Manaus, tivemos uma grande festa da TV digital – no Rio Negro Clube, transmitida ao vivo para toda a cidade, foi apresentada por Arnaldo Santos.
Logo depois, a Philco Hitachi lançou a sua (PAVM – 2054), e dessa eu comprei uma, pois tinha a vantagem de ter as caixas destacáveis. Comprei-a em 1986 na Mesbla.

Notei logo que o som não saía estéreo – só mesmo som mono em duas caixas. Seria problema com a TV? Se disse na época que as Philco não vinha com um decodificador estéreo, e que as Phillips, sim; mas o fato era bem outro: só houve alguma transmissão estéreo no Rio de Janeiro e São Paulo, e por duas emissoras: Globo (que logo abandonou tais transmissões) e Manchete – ou seja: A TV estéreo no Brasil foi um grande embuste e, pior: caímos!

comments (1)

  • Você esqueceu que poderíamos assistir fitas de video com som stereo se tivesse um video cassete stereo. Aí iríamos dizer: “parece cinema”

comments (1)

Your email address will not be published.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>