Tenho ouvido todos os dias, e várias vezes por dia, a música “Theme from the movie ´Manhole´”.
É uma música que está no disco “Manhole”, de Grace Slick:

Grace Slick é a ex-vocalista do Jefferson Airplane, uma das grandes bandas do final dos anos 60 (estouraram com “Somebody to Love” e “White Rabbit”).
O disco Manhole é de 1974 (o ano em que nasci), o primeiro de Grace Slick após o fim do Jefferson Airplane. Nessa época, ela estava casada com um cineasta, que tinha o projeto de rodar o filme “Manhole”.
O filme jamais foi concluído, mas restou sua música-tema como legado.

Trata-se de uma música épica. Tem 15 minutos de duração, com uma letra complexa. Termina de forma muito legal, algo como: “Não me amarre, quero correr, me dê o sol! E quando você vê, eu acabei de partir, nem tente me seguir, pois eu já fui!”

É uma música viajante, com 4 momentos diferentes, cantada em inglês e espanhol.

Como tenho fixação por mulheres que fazem algo acontecer (Janis Joplin, Rita Lee, Carole King, Carly Simon), Grace Slick virou minha musa artística atual.

Ela, no alto de seus 78 anos, continua com o mesmo olhar que tinha aos 19, quando encantava no Jefferson Airplane.

 

Voltando à música, a “Manhole Theme” tem sido o tema do livro “TGP Turbinado”, à escuto enquanto escrevo e enquanto crio, seja correndo, em casa, nos cafés dos shoppings ou no trânsito. Assim como o disco “All Things Must Pass” , de George Harrison (1970),  sempre me lembrará a época em que escrevi meu livro Direito Empresarial Imprescindível!”, Grace Slick e sua “Manhole Theme” sempre me remeterá a esse início de 2012, quando estou correndo contra o prazo para finalizar o “TGP turbinado!”

comments (0)

Your email address will not be published.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>