Cena 1
Lá por 2015 meu pai precisou umas fotos 3×4, eu lhe disse que nos shoppings havia uma loja que as tirava, na hora até. Mas ele retrucou “-Não, lá no Educandos tem um cara que tira”. Esse “cara” é um fotógrafo onde ele ia ah uns… 40 anos. Isso mesmo. Ele se acostumou e ligou a ideia de “fotógrafo” a esse “cara”, que inclusive tirou umas fotos minhas com 4 e 8 anos, que tenho em quadro até hoje.
Quando você cria confiança com alguém, o tempo não desfaz.

Cena 2
Até hoje, quando preciso postar algo nos correios, vou na agência da Cachoeirinha (fic na Carvalho Leal). Por algum motivo, liguei “Correios” àquela agência. Motivo? quase 40 anos, desde fim dos anos 70, o que eu precisava com coreio era lá, de postar cartas a pegar ansiosamente encomendas que chegavam por reembolso postal.

Cena atual
Levei a pele de bumbo da bateria da Noiantes para que fosse pintado o N do símbolo.
Onde?
No mesmo lugar onde, há 24 anos, levei a pele do bumbo da bateria da Alta Ralé para que fosse pintado também. Na Costa e Silva (Cachoeirinha). Aproveitei para tirar foto com o Gaúcho, pintor das tais logos.

Isso significa que quando ligamos tal serviço a tal local ou pessoa, dificilmente tal lembrança se desfaz.

Simples

Bumbo da “Alta Ralé”, pintado pelo Gaúcho em 1993

comments (0)

Your email address will not be published.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>