Era 2007. Eu havia acaba do lançar o CD “As Cordas, Eu e o Nada”. A Jornalista do “A Crítica” Loyana Camelo publicou essa matéria em um jornal de domingo.

“A música como escola – O professor universitário Marco Evangelista se lança como musico com ´As Cordas, Eu e o Nada´.

Quando ainda nem penava em cursar as três faculdades que hoje acumula no currículo – Direito, Contabilidade e Administração
– Marco Evangelista era um típico adolescente dos anos 90, fã de rock e com banda de garagem. A carreira acadêmica, no
entanto, se tornou, a primeira opção e as composições daquela época ficaram engavetadas. Impulsionado pela eterna vontade
de gravar um CD, o professor universitário deixou a beca de lado e no fim do ano passado, entrou em estúdio para
concretizar o sonho, batizado de “As Cordas, e e o Nada”.
Composto de 15 faixas que seguem o estilo rock acústico, o álbum é como se fosse uma válvula de escape para alma roqueira
ainda remanescente, como mesmo descreve Evangelista. “Não tenho pretensão de ser um rockstar. Eu precisava apenas fechar
esse capítulo da minha vida. Hoje eu posso dizer que sou um roqueiro realizado”.
Atualmente, os frutos de “As Cordas Eu e o Nada” estão se desdobrando por diversas mídias. A música de trabalho “Silêncio”
ja toca em rádios, a temporada de shows iniciará em breve e a partir de segunda-feira o clipe de “Silêncio” será gravado.
Poderia ser uma torina peculiar para um professor universitário comum, mas não para Marco Evangelista.
“Tudo que é inusitado as pessoas prestam mais atenção”, afirma, justificando a mania de correlacionar fatos musicais
curiosos às explicações em sala de aula. Suas preferências musicais foram moldadas a partir de clássicos do rock que ele
escuta até hoje, como Beatles, Kiss, Deep Purple e Pink Floyd.

E A ESCRITA…
“As Cordas Eu e o Nada” não é a primeira manifestação artística do professor universitário. A escrita também faz parte dos talentos que ele cultiva desde muito jovem, sendo Marco Evangelista autor de dois livros publicados, “Direito Civil sem Estresse!” e “O Corpo e a Alma de Têmis: A Organização Judiciária”.
Outros trê estão a caminho e devem sair do forno até o meio do ano: “Direito do Consumidor – Aprenda de uma vez”, “Direito Empresarial tranquilão” e uma obra que nada tem a ver com a ciência jurídica. Trata-se de uma espécie de guia para os músicos que se aventuram a gravar um álbum de forma independente. Evangelista pretende descrever, de forma bem-humorada, como a música virou uma “escola”.
E caso a carreira de rockstar, tão almejada na adolescência, de repente se concretize? Marco Evangelista diz que não pretende abandonar a vida acadêmica por palco nenhum no mundo. “Vou ser que nem o Bruce Dickinson, que quando não estava fazendo turnês com o Iron Maiden, dava aulas de história”, brinca.

BUSCA RÁPIDA – Projetos musicais a caminho
Marco Evangelista diz que possuis mais de 80 composições próprias. Tanto material pode servir para futuros trabalhos, que ele não descarta. Mas entre suas pretensões mais palpáveis estão estão a gravação de um DVD com shows e bastidores de estúdio. Por enquanto, quem quser conhecer seu trabalho musicam pode visitar seu site www.marcoevangelista.com onde é possível baixar o MP3 da canção “Silêncio”.

FICHA TÉCNICA

AS CORDAS EU E O NADA
Artista: Marco Evangelista
GÊNERO: Rock Acústico
GRAVADORA: Independente
PREÇO: R$ 15,00
ONDE COMPRAR: Disco Laser e a banca de revista do Amazonas Shopping e Studio 5
CONTATO:xx/x/x/xx//”

Matéria_A_Crítica__CD_Solo_2007 (3)

comments (0)

Your email address will not be published.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>