Um título de crédito nominativo só pode ser pago ao credor nominado na cártula. Quando esse credor resolve transferir o título e o direito que nele contém, ele endossa.

O endosso é uma assinatura lançada atrás do título.

Quem endossa é o endossante. o que recebe por endosso é o endossatário.

Esse endossatário tanto pode resgatar o direito constante do título, como pode transferir, também por endosso.

O endosso pode ser próprio ou impróprio. O endosso impróprio eu já expliquei nesse post.

O endosso próprio transfere o documento e o direito nele contido, transfere a propriedade mesmo.

É lançado com uma assinatura atrás do título. Só uma assinatura, nada mais. Esse é o chamado “endosso em branco”, pois não indica para quem o título foi transferido. Qualquer pessoa que o tenha em mãos, será o proprietário – é um título ao portador.

3_Série de endossos__2013

comments (2)

comments (2)

Your email address will not be published.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>