Essa pedaleira é a sensação atual (2014/2015). Muitos vídeos no youtube, vários tópicos em foruns, enfim: mesmo quem não a tem, não ignora sua existência. Se diz que a Zoom deu um salto de qualidade com essa pedaleira.

Era janeiro de 2015, havíamos marcado o primeiro ensaio da Noiantes. Eu tinha duas pedaleiras. Uma que comprei no meio dos anos 90 e nunca usei, uma Yamaha, e uma Zoom 505, que usei muito em shows (e essa merece um post à parte pelo que tem de bom e de ruim). Já que tinha banda nova, sangue novo, precisava de uma pedaleira nova. Na Importadora Carioca torrei mil e cem paus na G5.

A Zoom, para os mais velhos, tem um estigma de aparelho “menor” ou seja, algo para iniciantes, baixa renda, ou “povão”. Alguns de seus aparelhos foram revolucionários, como o 9001, que era um conjunto de efeitos pequenininho que ficava no strap (correia) da guitarra. O Jaime Artur, quando começou a tocar na Alta Ralé, tinha um, modelo 9001, e tirava ótimos sons daquilo. A 505 meio que “sujou” a imagem da Zoom – mas nos últimos 10 anos a marca alçou à respeitabilidade, melhorando bastante seus aparelhos.

Vamos às impressões da G5:

O visual dela convence, parece que aguenta pisões mesmo.

Funciona de dois modos: com cada um pedal sendo um efeito ou com cada pedal sendo um programa completo de efeitos. Diz-se que a resolução dos efeitos foi bastante melhorada.

Possui um pedal que dá um buster (“gás, ou ganho”) quando acionado, e tal buster é com válvula, o que torna o som, teoricamente, mais quente. Eu o uso para duas coisas, destacar a guitarra no solo ou, em alguma situação de emergência quando a guitarra está baixa demais e não dá pra tirar a mão das cordas no meio da música, pé no buster pra “corrigir” o volume.

Vídeos de internet propagam a polêmica de que tal válvula serviria pra nada, ainda mais que ela sequer acende, a luz que nela surge é produto de um led que fica ao lado dela artificialmente iluminando-a. Ainda bem que outros vídeos desmentiram a “acusação” de que seria uma válvula fake.

Possui um pedal de expressão que pode ser usado para volume, wah mecânico ou para o que se o programe.

Essa é a parte ruim: a programação é meio enrolada ou foi eu que ainda não aprendi a programá-la fluentemente, por isso só uso os presets, não criei ou modifiquei efeito algum.

Só estou usando três efeitos, limpo, distorção, e distorção turbinada para solo.

A parte ruim é que possui poucos pedais (por isso uso poucos efeitos). No modo de programas, só existem quatro pedais disponíveis na prática, já que um é usado para fazer o switch entre os modos.

Na parte traseira, possui uma saída USB que tem um duplo uso: tanto é uma saída digitalizada da guitarra (para gravações) como a conexão com o computador permite que se programe os efeitos pelo PC, onde surge o visual de cada pedal a sequencia destes, detalhadamente.

Ah, o fato de ter também uma saída para fone de ouvido facilita para estudo, se não se tiver uma caixa amplificada por perto.

Nas gravações e shows da Noiantes poderão ser ouvido o que a G5 produz (ah, não sou patrocinado pela Zoom não!)

20150201_112415

comments (3)

  • A Zoom G5 foi um grande avanço da zoom no que diz respeito a simulação de amp. Pachtes e presets para zoom g5 e g3 no site G5 Patches

  • Realmente a Zoom elevou sua tecnologia e limpou seu nome mediante aos processadores usados nas 505, pude acompanhar essa sequencia da marca, fui insistente em dar um voto de confiança na marca desde a 505, 505II até chegar na G3, que me surpreendeu demais, hoje tenho a oportunidade de ter a G5 e todos os pequenos detalhes que pouco atrapalha, afinal todas as pedaleiras possuem uma particularidade que desagrada ao usuário, percebi que a nova G5N corrigiu todos esses pequenos detalhes e novamente a Zoom inovou e despertou em mim a necessidade de ter uma G5 toda atualizada, com pedal de expressão robusto, oferecendo mais senssibilidade ao pisar e com pedais novos para agilizar os atalhos. (tbm nao sou patrocinado pela Zoom, quem dera).

  • Cara, na parte que você falou dos 4 pedais que você não sabe mexer, deu realmente a entender que a pedaleira tem só 4 efeitos/pedais hahaha, acho melhor você ajeitar aquela parte.

comments (3)

Your email address will not be published.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>