A Netflix mostrou a todos que não precisamos pegar mais DVD em locadora, não precisamos comprar DVDs, aliás, não precisamos sequer ter DVDs. Se o filme estiver lá, por um costo mensal podemos assistí-lo. Simples assim.

O Deezer nos mostrou que não precisamos ter CDs, aliás, nem MP3 mais, basta uma taxa mensal e podemos escutar, online, alguns milhões de música (Eu me referi ao “Deezer” porque é o que éu uso, mas tem outros serviços semelhantes.

Agora (há umas três semanas), isso chegou aos livros, e o nome é “Kindle Unlimited”. É um serviço da Amazon.

Pos uma taxa mensal (quase vinte reais), se pode ler qualquer título por 30 dias.

A ideia é boa, inovadora, não sei se vai pegar no Brasil, onde sequer ainda o eBook é popular.

A vantagem é que, par ao leitor compulsivo, fica barato ler muitos livros, e até menos trabalhoso do que sair procurando “PDFs” e “ePubs” pela rede.

A desvantagem inicial é que nem todos os títulos da Amazon estão disponíveis para tal serviço. Os meus de lá, todos, estão.

Para nós, escritores, ainda não sabemos se é financeiramente compensador (talvez por isso nem todos os livros estão disponíveis para essa plataforma). Assim como quase todas, a editora que me veicula, a ArkiUltra, esta apostando na parceria.

Vou me inscrever, em outro post lanço minhas impressões.

Mas, que é inovador, é, e tem tudo para fazer tremer várias lojas e editoras.

Se você clicar na imagem, vai para lá.
Se você clicar na imagem, vai para lá.

Ah, esse post não é propaganda, não usei o serviço ainda.

comments (0)

Your email address will not be published.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>