Hoje, 8 de dezembro, é aniversário do fatídico assassinato de John Lennon. Foi em 1980 e eu lembro bem do estardalhaço causado, na época. Foi ali que começou um revival da beatlemania no mundo, e Lennon começava a se tornar um mito. Para os da minha geração, ele nasceu justamente na época dos nossos pais, o que nos deixa ainda mais afeiçoado ao mito.

Se você gosta ou tenta gostar de Lennon, lhe apresento abaixo umas boas 5 razões:

1 – LUTAVA PELO QUE ACREDITAVA – Não existe qualquer evidência que as lutas pacifistas de Lennon tenham sido por questões de marketing, ou seja: o cara queria a paz mesmo! Fez desde o bed-in até passeatas, além de músicas e dezenas de entrevistas pedindo a paz, chegando a ser investigado como agitador perigoso por isso;

2 – VIVEU INTENSAMENTE SUA ÉPOCA – Suas várias mudanças de visual mostra que ele estava inserido na história do momento: os cabelos com gel e a jaqueta de couro dos anos 50, o engomadinho de terno dos anos 60, o colorido maluco psicodélico, o despojado do flower-power, o cabeludo dos 70 e já na época da sua morte, o senhor de cabelo curto e roupas sóbrias no início dos 80´s;

3 – FAZIA O QUE QUERIA – Mesmo hoje um artista relutaria em se colocar em nu frontal na capa de um disco. Sua carreira inteira podia explodir. Lennon tinha medo não: em pleno 68, no sucesso dos Beatles, ele se vende sem roupa com a Yoko na capa do “Two Virgins”, meu evangeblog-leitor, que prova maior de coragem e desprendimento pode existir? Outra evidência de sua determinação, ainda que com consequências negativas, é que, contam os biografos dos Beatles, em 1969 Paul McCartney queria que os beatles voltassem à estrada, a fazer shows e turnées, quem foi responsável por dizer “não”? Ele, Lennon – não queria e pronto – queria ser um músico de estúdio, e assim foi, tanto que quase não fez show na carreira solo;

4 – PAI DEDICADO – Lennon largou a carreira em 1975, retomando-a só em 1980 para… cuidar de seu filho Sean Lennon! Talvez pela consciência pesada de não ter dado atenção devida ao primeiro filho, Julian, talvez por estar cansado de tudo o que estava vivendo, o fato é que Lennon tornou-se voluntariamente recluso por quase 5 anos, sendo apenas só mais um morador do Edifício Dakota;

5 – SE FAZIA PRÓXIMO A NÓS – Todos os que eram além de pós-adolescente em 1980 são unânimes em dizer que, quando Lennon Morreu, sentiram como se tivessem perdido alguém próximo, um irmão mais velho. É que Lennon era carismático (ainda que, nos últimos anos, sempre mau humorado) e fazia com que todos gostassem dele, tanto que sua morte é lembrada, pelos mais velhos, até hoje, como se fosse um acontecimento recente – sem contar que ficamos perguntando sempre “o que ele estaria fazendo se estivesse vivo hoje?”

nnoel

comments (0)

Your email address will not be published.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>