Rapaz, tenho que tirar o chapéu para os torcedores do Vasco da Gama.

  • Os vascaínos se dedicam ao seu time. Não conheço torcedor mais fiel. Parece que quanto mais o time sofre, desce, é vice, não importa: mais eles gostam da entidade;
  • Um vascaíno típico só fala, pensa, vive, respira e veste Vasco. Note como eles usam mais a camisa de seu time do que qualquer outro torcedor;
  • Um vascaíno típico tem duas atuações características: torcer para o Vasco e detonar o Flamengo; quase que como não bastasse torcer para seu time. Se não falar mal do Flamengo, é como se não estivesse honrando o Vasco;
  • Só uma coisa deixa um vascaíno mais feliz que uma vitória do Vasco: uma derrota do Flamengo, seja para qual time for;
  • Na Terra, um vascaíno coloca o Vasco só atrás de sua própria família em importância. Enquanto escrevo este post, está havendo um jogo do Vasco aqui em Manaus, e ainda ontem um colega professor (vascaíno) me disse: “- Economizei dois almoços e vou faltar ao trabalho amanhã, mas o jogo do Vasco eu não perco!”;
  • Um torcedor de um time sabe explicar porque torce para o seu time (eu mesmo expliquei porque sou flamenguista, AQUI); mas um vascaíno não consegue explicar a paixão que sente pelo clube, dando a entender que já era vascaíno antes mesmo de nascer;
  • Por algum motivo que ainda não descobri, um vascaíno nunca se altera ao defender seu time em uma discussão. Se outros começam a zoar o Vasco, o vascaíno entra em um silêncio desdenhante, altivo, como se estivesse tão convencido que seu time é o melhor, que não se mistura a discutir isso (não importa em qual divisão esteja);
  • Para um vascaíno, se o Vasco ganha, é porque “é o melhor”. Se perde, é porque está sendo mal administrado, ou o juiz estava a favor do adversário, ou houve qualquer falcatrua, “mas que é o melhor, é!”

flmvsc

comments (0)

Your email address will not be published.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>