Costumo dizer para meus alunos que devem estudar para aprender antes ou depois da prova mas, para se fazer prova (me refiro à prova de faculdade) o ideal é ser prático: se colocar a matéria na memória de curto prazo, partir para a prova e pronto. Funciona.

Quando eu cursei Direito, tinha aula às sete da manhã em determinados dias. Em dia de prova acordava às quatro, lia o capítulo do livro, as anotações (que eu copiava do caderno de quem anotava) e pronto. Podia não ter entendido nada, mas estava tudo na caixola, na hora da prova era só procurar a informação naquilo que havia lido à três horas atrás e estava lá, fresquinho.

Depois, passado o sufoco da proa, é que eu ia estudar pra aprender, com calma, fixando tudo.

Pode parecer idiota, mas não é. “Não é melhor estudar logo tudo da primeira vez?”. Não, pois são muitas matérias com provas concentradas em uma semana ou menos, sem nem mencionar estresse, podemos saber que um aluno de graduação não tem o afinco de um concurseiro.

dqp

comments (0)

Your email address will not be published.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>