Esse filme retrataria a trajetória de vida de Paulo Coelho; “retrataria”, não saiu bem assim.

O filme é lento. É sua vontade de assisti-lo que o mantém lá. Lembra muito filme brasileiro do início dos anos 80: super devagar.

Destaque para as caracterizações dos personagens de Paulo Coelho (nas três idades) e a incrível caracterização de Raul Seixas – acho quase impossível que se faça algo mais próximo do original, até o timbre e trejeitos da voz estavam críveis!

Para quem leu o livro “O Mago”, de Fernando Morais (Biografia de Paulo), sabe que nomes de pessoas foram trocados e fatos foram fantasiados.

Em um momento pude ver a (boa) malandragem do cineasta: A mulher dançarina no filme era, na vida real, Adalgiza Rios, no filme, ela ganhou outro nome (Luisa), só que ele a chama de… Giza! – Show!

A que poderia ser a parte mais emocionante do filme, a “noite negra” de 1974, foi apenas pincelada no filme. Na vida real, com contada por Paulo e por Fernando Sabino, muitas coisas aconteceram quando as “forças do mal” se revelaram no apartamento de Paulo mas, no filme, tudo ficou reduzido àquela agonia da sala e ele lendo a bíblia sob o chuveiro. Pífio.

O que realmente funcionou foi não haver uma linha temporal linear: o filme fica alternando entre os anos 60, 70, 80 e 2013. Achei isso muito legal, pois mostra o biografado como causa e efeito dele mesmo.

O ponto alto do filme é sua convivência com Raul Seixas, mostrada muito rapidamente, pela dimensão que a coisa teve na biografia de Paulo.

Poderia haver um recorte da vida: o escritor, o roqueiro ou o mago, mas colocaram um pouco de tudo, e ficou uma salada meio incompreendida por que não seja fã do Paulo. Se você quer mesmo conhecer a biografia do protagonista, melhor ler o livro “O Mago”.

Acreditem: ainda acho que a vida de Paulo Coelho dá um verdadeiro filme Hollywoodiano. Se o roteiro fosse fundamentado na biografia escrita por Morais, seria um filmaço!

nao_pare_na_pista

comments (0)

Your email address will not be published.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>